Experimentação: drone de vigilância aérea para a usina nuclear da EDF de Saint-Alban

Frédéric Dordain

Frédéric Dordain

Gerente de Projetos do departamento de inovação da Onet

Desde setembro, nossas equipes da Onet Sécurité estão testando a vigilância reforçada das instalações da usina nuclear de Saint-Alban da EDF, utilizando um drone aéreo.

O objetivo deste novo sistema integrado de segurança é demonstrar a importância e as vantagens de um UAV como parte das atividades de vigilância e segurança de um local sensível. Totalmente autônomo, este UAV de vigilância aérea permite reforçar a segurança do local 24 horas por dia e 7 dias por semana.

Seduzida pelas perspectivas oferecidas por este novo sistema integrado de segurança, a EDF quis implantá-lo nas chamadas zonas neutras do local.

“É uma verdadeira fonte de orgulho para nossas equipes, porque Saint-Alban é a única usina nuclear a hospedar tal experiência por um período de 6 meses”, explica Frédéric Dordain, Gerente de Projetos do departamento de inovação da Onet.

Para esta missão, e com o apoio de Philippe Garcia, gerente da filial da Onet Sécurité Vénissieux e Daniel Bourgogne, gerente da filial, nossos funcionários foram treinados como teleoperadores ou gerentes de aeronavegabilidade.

Um verdadeiro dispositivo de apoio para nossos agentes de segurança em suas missões e tomada de decisões, o UAV de vigilância aérea reforça a resposta operacional, fornecendo uma visão aérea em tempo real, dia e noite.

“O UAV realiza rondas pré-programadas e inspeções de rotina (rondas perimetrais, remoção de dúvidas, etc.) em todo o local. A qualquer momento, nossos agentes de segurança são capazes de recuperar o controle do UAV e de suas câmeras a fim de reatribuir o UAV a outra missão pré-programada”, disse Frédéric.

Para maiores informações : 

https://www.onet.fr/securite/solution-integree/solution-surveillance-par-drone/